kaosenlared

Anuncio
sehansuscrito162  quedan838 Objetivo 1000 suscriptor@s! 
25 Mar 2012

Aos que deram o voto ao PP Destacado

por Política Operária (Antonio Doctor)
Domingo, 25 de Marzo de 2012 20:55
Realizaram-se mais umas eleições, no Estado Espanhol. Limpas, ninguém põe em dúvida. E depois o terramoto. As promessas eleitorais transformaram-se de imediato em o Inocente! Inocente! próprio daqueles dias.

Realizaram-se mais umas eleições. Limpas, ninguém põe em dúvida. E depois o terramoto. As promessas eleitorais transformaram-se de imediato em o Inocente! Inocente! próprio daqueles dias.

Recompilemos: sobe o IRPF (imposto sobre rendimentos pessoais). As pensões sobem mas menos, porque o IRPF absorbe largamente a subida. O aborto, regresso ao passado. A “Educação para a Cidadania” para o cemitério. A saúde e a educação nas garras das empresas privadas. Camps inocente, mas de verdade. Garzón, outrora louvado pela sua sanha contra a ETA e cegueira perante as torturas, defenestrado agora por querer tocar nas intocáveis fossas do franquismo, mesmo que à custa de deixar a justiça espanhola mal vista aos olhos dos juristas de todo o mundo que se prezam de o ser. Talvez encaixe aqui o “Roma não paga a traidores”. E, para rematar, os trabalhadores para a precariedade, o desemprego e o “salve-se quem puder”. O trabalhador como uma mercadoria perecível, de usar e deitar fora. E para os banqueiros, um tapete vermelho.

E pregunto eu: Alguém esperava outra coisa? Alguém não sabia que o PP não é só um partido, mas também um aparelho judicial e mediático e das famosas duzentas famílias que mandam, com Franco ou sem ele?

Mas o caudal de votos que recebeu prova que uma boa parte das classes populares (assalariados, independentes, desempregados..) votou no PP. Cabe perguntar: Em que mundo vivem, quais são os vossos sonhos, esperanças, ilusões? 

Dirijo-me a vocês, aos que votaram no PP sem fazer parte desse círculo de “filhos de papá” que o compõem, que surgem ao conjunto da sociedade como “triunfadores” por um lado e “perdedores” por outro. Aos que só vêem no horizonte o bipartidismo e votaram no forte para castigar o fraco. Acaso acreditam nas promesas do PP de criar milhares de empresários, (não de empregos, que é coisa de párias), quando vêem como eu  vejo o crescente encerramento de negócios de toda a espécie nas cidades e aldeias onde vivem? Não conhecem as estatísticas sobre os milhares de profissionais independentes que fecharam as portas ao longo do ano passado? Que tábua de salvação esperavam que vos lançasse o PP no meio deste tornado?

Para onde nos estão vocês a levar?

Ultima modificacion el Domingo, 25 de Marzo de 2012 22:37


Si quieres contribuir a que Kaos en la Red pueda seguir publicando artículos como este, puedes hacer tu donación en:
Paypal (seguro y permite diferentes formas de pago)
Microdonación de 2 euros
Donación de importe libre

También te puedes suscribir y ayudar a que tengamos un presupuesto anual estable pinchando en:
Paypal (seguro y permite diferentes formas de pago)
Suscripción 36 Euros
Suscripción 50 Euros
Más información sobre la suscripción: Aquí


blog comments powered by Disqus
Logueate en la parte de arriba o registrate para comentar.
Anuncio
Anuncio